31.1.16

Idris Elba, DiCaprio, Kirt Harington, John Hamm, Eddie Redmayne e muito mais. Confira os looks que pintaram no red carpert do SAG Awards 2016



Aconteceu ontem, em Los Angeles, a cerimônia de entrega do SAG Awards, evento realizado pelo Sindicato de Atores dos EUA. Considerada uma das prévias do Oscar, Leonardo DiCaprio, Idris Elba e "Spotlight: Segredos Revelados" foram os pricipais vencedores da noite. Será a última vez que veremos Idris Elba receber um prêmio por seu trabalho em "Beasts of no nation", pois ele não está indicado ao Oscar. O ator também foi premiado na categoria de Melhor Ator em Filme para TV ou Minissérie", pela série britânica "Luther". As séries "Downton Abbey" e "Orange is the New Black", bem como os atores Kevin Spacey ("House of Cards"), Viola Davis ("How To Get Away With Murder") e Uzo Aduba ("Orange is the New Black") foram os principais premiados da TV.  

Como o assunto aqui é moda, clique nas imagens e confira os looks masculinos que pintaram no tapete vermelho do SAG Awards. Já elegemos o nosso mais bem vestido: Idris Elba.

27.1.16

"Victoria" apresenta primoroso exercício de cinema em 138 minutos de plano sequência



Carência afetiva transborda em atitudes deliberadas. Ao final de "Victoria", fiquei com esse pensamento e recordei de algumas que já tomei na vida (Quem nunca?).

"Victoria"(2015), filme alemão dirigido por Sebastian Schipper, conta a história da personagem homônima, uma imigrante espanhola que reside há três meses em Berlim. Após sair de uma balada, daquelas "bem inferninho", Victoria (Laia Costa) encontra um grupo de quatro rapazes que querem apenas se divertir. Meio desconfiada mas ao mesmo tempo cheia de necessidade de se pertencer a um grupo (ainda que não conhecesse os rapazes), Victoria parte para uma aventura sem ao menos imaginar qual desfecho a aguarda. Entre os rapazes, a afinidade com Sonne (Frederick Lau) é evidente e os dois criam um diálogo interessante e que praticamente guia o clima do filme na sua primeira meia hora. Mas o flerte é interrompido quando o grupo resolve pagar uma antiga dívida do ex-detento Boxer (Franz Rogowski). Victoria, impulsivamente, decide ajudá-los. E é aí que começa o pesadelo.

Adianto que "Victoria", pode ser considerado uma quase versão atualizada de "Bonnie & Clyde"(1967), misturada a pitadas de filme de romance, daqueles que a gente torce para que o casal fique junto no final. O carisma de Sonne é incrível e é impossível não sentir empatia por Victoria. E tem uma questão social bem interessante, mas não abordada explicitamente em cenas, como a situação de uma imigrante em um país desconhecido e que não domina a língua - Victoria era uma promissora pianista na Espanha, mas em Berlim, trabalha em um café - ou a questão dos rapazes que se comportam de certa forma à margem, como se aquela Berlim não os contemplassem socialmente. 

O que é mesmo incrível e o grande chamariz do filme é a sacada do tal plano sequência de 138 minutos. Sim, o diretor Sebastian Schipper faz com que a gente acompanhe a aventura de Victoria em uma tomada única, do início ao fim e em tempo real. Nos tornamos personagem da trama, o que em certas cenas nos coloca em uma posição de intimidade, nos distancia ou nos deixa literalmente sem fôlego, pois quando o filme engrena, a adrelina é forte. Em entrevistas divulgadas, Schipper afirma que o filme foi resultado da terceira tentativa de gravação do plano sequência. O esforço da equipe técnica (principalmente do trabalho de câmera de Sturla Brandth Grøvlen ) e dos atores (que dominam uma segura técnica de improviso) rendeu à produção um Urso de Prata no 65º Festival de Berlim. O filme foi uma das apostas da Alemanha como representante na categoria de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar, mas não conseguiu a indicação por ser falado em inglês e alemão.

Lançado no Brasil no dia 24 de dezembro do ano passado, pouquíssimas salas receberam o filme alemão. Assista ao trailer de "Victoria" e não perca essa mega dica do blog NLDJ. Clique aqui e assista ao filme online. 

Justin Bieber na campanha de primavera-verão 2016 da Calvin Klein



Com um grande time da nova geração de músicos, modelos, atores, ativistas e artistas visuais, a Calvin Klein lança sua campanha de primavera-verão 2016 junto ao slogan “I _________ in #mycalvins”. Justin Bieber, que já participou da campanha anterior, retornar como grande chamariz da marca.


Fotografada pelo inglês Tyrone Lebon, a campanha também conta com nomes como os cantores de hip-hop Kendrick Lamar e Fetty Wap, o cantor independente Joey Bada$$; Daniel Hivner, Jan Gatewood, Aiden Dare, Rene Ferry, e Petra Lajuan completam o time da Calvin Klein.

Todas as linhas da Calvin Klein (Calvin Klein Collection, Calvin Klein Platinum, Calvin Klein, Calvin Klein Jeans e Calvin Klein Underwear) aparacerem pela primeira vez em uma única campanha que traz de volta a ousadia da marca em só estratégia de comunicação com fotos e vídeos.

25.1.16

Charlie Brown e sua turma inspiram visual normcore pra se usar já!


Quem nunca ouviu falar de Charie Brown e seu cãozinho Snoopy? Pois é: "Peanuts" (mais conhecida no Brasil como "A Turma do Charlie Brown") é uma tira de jornal escrita e desenhada pelo cartunista norte-americano Charles Schulz, publicada de 2 de outubro de 1950 a 12 de fevereiro de 2000. A turma desenhada foi uma das mais populares e influentes da história da mídia. No seu ápice, Peanuts aparecia em mais de 2.600 jornais, com um número de leitores estimado em 355 milhões em 75 países, e foi traduzido para 40 línguas. O sucesso foi tão grande que em 1965 transformaram-se em desenho animado, com o especial de TV "A Charlie Brown Christmas" (O Natal de Charlie Brown), produzidos por Lee Mendelson e dirigidos por Bill Meléndez. Peanuts teve também quatro longas-metragens e diversos outros especiais e séries animadas na televisão. E agora, o ano de 2016 também fica marcado com o lançamento de "Snoopy e Charlie Brown - Peanuts, O Filme". O primeiro longa-metragem da turma para o cinema teve sua estreia no dia 14 de janeiro. 

Uma das características das tiras, assim como dos desenhos animados, é a definição dos personagens através de suas personalidades: Charlie Brown, o garoto azarado e melancólico vem acompanhado de sua irmã mais nova, a apaixonante Sally Brown, que tem uma queda por Linus van Pelt, que não larga de seu "cobertor de segurança" azul; Schroeder, intelectual e pianista fã de música clássica; Lucy, a mal-humorada irmã mais velha de Linus que adora maltratar Charlie Brown, em especial ao jogar futebol americano; Patty Pimentinha, uma garota esportista e ingênua; Marcie, a amiga estudiosa de Patty, a quem chama de "Senhor" ou "Meu"; Chiqueirinho, o garoto sempre sujo e Franklin Armstrong, o esportista. E claro: Snoopy, o inteligente beagle de estimação de Charlie Brown e Woodstock, o pássaro amarelo que é o melhor amigo de Snoopy. Em um universo que os adultos não aparecem, estes dois últimos personagens demonstram uma inteligência criativa e madura que permeia de forma lúdica as histórias de "Peanuts".

As cores primárias pontuam a arte dos desenhos de Charles Schulz e se podemos classificar que exista um figurino que caracterize os personagens, este até poderia ser nomeado como normcore. E por que não se inspirar nos personagens de "Peanuts" para criar um look atualizado, básico e divertido de verão? O blog NLDJ mostra uma seleção de camisetas, bermudas, acessórios e padronagens que o farão se sentir parte da turma de Charlie Brown. Confira:

1. Mistura clássica e sofisticada para qualquer ocasião, a aposta no P&B nos remete ao beagle Snoopy. A manga raglan pode ser uma escolha certeira para caminhar rumo ao personagem mais querido da turma.


 

2. As cores primárias são característica de Charles Schulz, que definiu muito bem não só a personalidade, como também o figurino de cada um dos personagens que "abusam" de uma certa atitude normcore através de camisetas, bermudas e tênis com meias a mostra. 


Esse amarelo não é a cara do Woodstock? Lembrando que é uma cor que marca presença e deve funcionar no look como um ponto de luz. Não queira utilizar o look total em amarelo, vai pesar e muito no resultado final.

3. As listras dominam as padronagens das t-shirts dos meninos "Peanut". Temos a opção também de repaginar a padronagem, como nas ondas geométricas da camiseta da Missoni, que é a cara do Charlie Brown. Linus van Pelt e Schroeder também apostam nas listras. 


  
 
4. E se o visual é básico e despojado, que tal uma bermuda de corte reto e simples para arrematar o look?

5. O tênis branco da estação pode ser uma boa opção para finalizar o look "Peanuts".




6. E se foi falado em normcore, não podemos deixar de lado a sandália slide, certo? Tem tudo a ver com Patty Pimentinha. 


7. Que tal apostar em um acessório fashionista, inspirado no mood meio hippie de Marcie? 





8. E claro, não podemos nos esquecer da parte esportiva da história, onde Charlie Brown vive na tentativa de acertar um chute na bola de futebol americano e que também conta com cenas regadas a Baseball.


Charlie Brown e sua turma estão em alta. Alessandro Michele, diretor criativo da Gucci, apresentou na coleção masculina de Inverno 2016 duas camisetas estampadas com os personagens Snoopy e Woodstock. Nem precisamos falar que já se tornaram hit da temporada gringa.


E aí, já escolheu o seu visual "Peanuts"? Depois conta pra gente nos comentários de qual personagem você mais gosta!
 
NA LÍNGUA DO JU ® - 2017